5 discos de rock de 2009

Clique nas capas para baixar o torrent.

WILCO – WILCO (THE ALBUM)

Wilco, banda de Chicago que já tem 14 anos de carreira, nos oferece mais um punhado de belas e conscientes canções sobre o mundo que vivemo, trazendo sempre uma esperança.

Nesse álbum temos uma mudança de abordagens em relação ao último CD, Sky Blue Sky (2007), que transpirava virtuosimo e energia, combinados com momentos desespero. O Wilco de The Album é mais country, mais consciente das armadilhas do mundo, assentando-se em terra firme. Há mais seneridade em suas letras, mais beleza.

Mantendo-se com poder criativo excelente, Wilco se firma como uma das melhores bandas americanas de rock da atualidade.

THE PAINS OF BEING PURE AT HEART – Homônimo

Disco notável de estréia de uma banda de Nova York, que flerta com o Shoegazed de MBV, as guitarras sujas de JAMC,  a adolescência de um Teenage Fanclub, e soando atual apesar das influências. Suas letras são simples, com refrões pegajosos, backing vocals suaves, criando uma atmosfera doce. Come Saturday, This Love is Fucking Right! e Young Adult Fiction estão entre as melhores.

FRANZ FERDINAND – TONIGHT!

O Franz nos traz em seu terceiro CD um album mais eletrônico que seus anteriores, estando conscientes de que, já que a proposta é fazer dançar, isso não choca com aquilo que a banda se dispõe a fazer. Além disso, todos os elementos que se podem esperar do Franz estão lá, as baterias pulsantes, os riffs nada complicados e eficazes, e vocal festa/romântico de Kapranos, etc. Ou seja, eles continuam competentes no que fazem.

RED RIDERS – DROWN IN COLOUR

cd da banda australiana, que não lançava nada desde 2006. Um álbum que contém resumida boa parte do rock dos anos 2000: Strokes, Arcade Fire, Libertines, QOTSA, Kings of Leon, etc. Uma olhada nas influências (do myspace da banda) esclarece o som: Talking Heads, The Beach Boys, The Stone Roses, Primal Scream, JAMC, Bob Dylan, The Church, Blur, The Replacements, Pavement, Elastica, Nirvana, Andreas Gursky(?), The Cure, The Cars, THE MODERN LOVERS, Weezer, Tequila, T-Rex, Television, electricity, David BOWIE, knit-wear, floral, The Smashing Pumpkins, The Smiths, The Byrds, Radiohead, MBV, Wayne’s World, BACK TO THE FUTURE,  Kate Bush, Risk, Nik Cohn, The Strokes, The Beatles, etc.

Ouça: The Beginning Of The End Of The Night e veja se faz sentido.

VIVA VOCE – ROSE CITY

Viva Voce nasceu em 1998. Em seus 5 discos lançados, 4 são excelentes, e um é irregular (Get Yr Blood Sucked Out, 2006). A banda é de uma constância invejável. Hooray for Now, seu primeiro cd, é o mais rock, bem adolescente, com clara influência de Nirvana, Smashing Pumpkins, Pixies. Os dois próximos Lovers, Lead The Way e The Heat Can Melt Your Brain, são seus melhores trabalhos, com muitos arranjos bem trabalhados e músicas incríveis, sublimes. Em Rose City, temos uma aproximação maior ao primeiro CD. Se o Viva Voce dos 3 últimos álbuns são suaves, viajantes, apaixonados, Rose City volta com mais energia  e uma pitada de raiva. Die A Little é violenta, Rose City (a música) é rápida e bela. Good as Gold é otimista. E o conjunto é bem coerente. Viva Voce é um bom achado.

Vale a pena ouvi-los.

G.C.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s